Alguns pensamentos, um café e a conta

“Por favor um café.”

Um mês se passou. Na verdade um pouco mais do que isso, mas me pego pensando neste primeiro sopro de vida temporal do meu projeto. O Canto do Gárgula surgiu de uma vontade enorme de conversar sobre tudo o que leio no gênero do horror. Acho que isso você já sabia, mas sempre acabo me lembrando desse motivo. Faço isso com carinho, pois o blog acabou ganhando um espaço significativo na minha vida. Acreditem quando falo, pois editar e gerir um blog não é tarefa fácil, não se a proposta for trazer algo que valha a pena ser consumido e que possa, de alguma forma, tocar as pessoas.

Não tem como não pensar nas pessoas, pois ela estão por aí, anônimas em sua maioria, esperando serem tocadas, provocadas e ávidas por consumir informação. Com elas busco a construção de um relacionamento entregando esta informação tão necessária e, ao mesmo tempo, tão espalhada. Assim comecei escrevendo alguma coisa que em pouco tempo ganhou vida.

Das resenhas dos livros, fomos aos quadrinhos. Descobrimos os curtas de terror, que publicamos aos domingos, como um antigo programa habitual. Logo apareceram financiamentos coletivos tão esperançosos de ajuda e apoio e, depois, os eventos a serem divulgados. Vieram também os magníficos artistas e seus dons tão únicos e maravilhosos, assinando com a alma através de seus traços e cores.

Acabei então me dando conta que por trás de cada uma dessas coisas – livros, quadrinhos, artes ou filmes – o que realmente encontramos são sonhos. Alguns foram sonhados há muito tempo enquanto outros lutam por seu espaço nesta realidade tão crua e fria.

Sonhos.
Sonhos que não são meus.
Sonhos que precisam ser compartilhados.

Percebo que em um mês trilhei muitos destes sonhos. Os vivenciei acordado e com eles encontrei outras obras, outras referências e o melhor de tudo: outras pessoas!

Um mês se passou e criei laços de parcerias não só com editoras como a AVEC, DarkSide e Skript, empresas que fazem trabalhos maravilhosos, mas, principalmente, com as pessoas que ali se dedicam em muitas tarefas. Encontrei outras que apenas consomem e geram literatura e arte, igualmente especiais. Pessoas que dão sentido ao trabalho que venho fazendo e digo, é de coração. Vocês sem dúvida alguma valem todo o tempo que tenho doado para que o Canto do Gárgula se torne um espaço acolhedor, não só de informação, mas de bons espíritos.

Seguem meus agradecimentos mais que especiais:

A Gustavo Fagundes, meu irmão querido, que me fez acreditar que conto bem algumas histórias.
A João Daniel, um irmão que os tabuleiros me deram, que me fez ver que talvez eu tenha sim uma alma de artista.
A Fernando Caruso, por me dar pela primeira vez um espaço para falar alguma coisa de horror o que não esquecerei nunca. 

A equipe que segue nesta luta contra moinhos, Ahnis Fraga e Lucas Bittencourt. Vocês são loucos de entrarem nessa comigo. Mas que venham mais moinhos. 

Não posso deixar de agradecer tantos outros e pecarei pelo esquecimento se fizer uma lista, então, desde já, se sintam mais do que lembrados.

Ainda temos muito pela frente e trabalho é o que não falta. 

“A conta por favor!”

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

10 comentários em “Alguns pensamentos, um café e a conta

Adicione o seu

  1. O que faz no Canto é tão importante para artistas, obras, para a comunidade do horror. Talvez não tenha noção exata do diferencial que é um local dedicado à propagação desses trabalhos, principalmente por ser feito com amor e dedicação. Eu agradeço o Universo por colocar em meu caminho uma pessoa como você! Vida longa ao Canto do Gargula e conte comigo nessa louca trajetória insólita!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Seus textos me foram tão inspiradores. O mundo precisa conhecer mais contos como O balé das aves mortas, Blue Blues, A máquina de sonhos, As paredes falam e tantos outros que tenho tido o enorme prazer de ler, de sua autoria. Acho que o Canto do Gárgula vai ser um lugar a cada dia mais povoado de grandes talentos como o seu. Obrigado pelo apoio minha amiga.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: