As poesias inquietantes Do Inferno

A poesia, para mim, sempre teve um fator especial dentro de tudo o que lia, exatamente porque nela está expresso muito sentimento buscando assim criar com o leitor uma conexão. Para ser sincero, acredito que muitos poemas são materializações emocionais tão fortes que, de certa forma, ajudam o poeta a se esvaziar da carga sentimental realmente pesada.

Do Inferno é um livro que traz esse tipo de poesia. Percebemos em seus versos um material humano pesado e muitas vezes inquietante, que nos leva a reflexão. Dylan Ricardo nos coloca, em várias poesias, frente a questões delicadas da alma humana. Alguns poderão dizer que existe ali um flerte claro com a loucura, mas qual poeta não é por definição um louco que vê o mundo por olhos tão diferentes dos demais? Enquanto alguns conseguem cantar a vida docemente, outros, como Dylan, nos guiam pelo inferno pessoal de um ser humano.

Seguem os versos da poesia Sombra:

Sombra

Silenciosa e discreta ela me acompanha como uma cauda,
bailando como uma equilibrista no asfalto.

Sombra... pedaço da escuridão que habita a claridade.

A impressão digital do meu corpo
varrendo o chão sujo do bar mal iluminado.
Quase imperceptível na penumbra,
a cada gole ela está ao meu lado.

Fumaça negra que não se esvai em ventania,
me abraça o corpo emoldurando a pele fria.

Amiga de lágrimas e de crimes. Cúmplice dos pecados.
Eu sou a sombra de minha sombra,
eu não sou ninguém.
Eu não a tenho... ela me tem.

Do Inferno é uma publicação da Cultura Em Letras Edições e seu lançamento foi em 2017.

Visite o site de Dylan Ricardo clicando aqui.

Para quem quiser adquirir os livros clique aqui e você será direcionado para a loja da Cultura Em Letras Edições.

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

2 comentários em “As poesias inquietantes Do Inferno

Adicione o seu

  1. Estamos editando dois livros do Dylan na Coerência. Um de poemas, ao qual ainda não tive acesso, e uma antologia de contos de horror. Um dos poucos escritores contemporâneos que conheço que consegue passear entre um estilo moderno e clássico, mantendo uma linguagem acessível e, ao mesmo tempo, elegante. Certamente um escritor com muito potencial.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: