O menino que desenhava monstros, de Keith Donohue

Alguns livros conseguem te fazer perder o ar no final, O menino que desenhava monstros, de Keith Donohue, tradução de Cláudia Guimarães – publicado pela Darkside Books – é uma destas obras. Dica da minha amiga Samanta Geraldini, logo comprei para ler. Não poderia ter sido mais certeira essa escolha. O livro é um soco muito bem dado na boca do estômago e faz com que suas percepções sejam torcidas em poucas linhas. Toda a sensação aterrorizante do final valeu o livro que já se mostrava bastante insólito em vários momentos. Ok! Vamos recuperar o fôlego, dar uma respirada para entendermos um pouquinho mais da história.

O menino que desenhava monstros - Keith Donohue - Darkside Books - Canto do Gargula - Capa
O menino que desenhava monstros – Keith Donohue – Darkside Books

A história se passa em uma cidade do interior e gira em torno do menino Jack Peter com sua condição autista e todos os desafios sociais que uma família enfrenta contra a ignorância dos demais em não saber – e muitas vezes não querer – lidar com o menino. Devido a isso seus pais Tim e Holly vivem um casamento tenso, mas encontram no jovem Nick, único amigo de seu filho, o alento ao desenvolvimento social do próprio filho. Os pais de Nick são Fred e Nell, amigos de longa data do casal. Estes personagens formam o núcleo central de todo o enredo e, aos poucos, vamos sendo apresentados à suas histórias e vidas.

Aos poucos, estranhos acontecimentos vão criando a atmosfera que vai obrigando cada personagem a se questionar se o que presencia é real ou não. Enquanto essas ocorrências vão surgindo na trama, a tensão é levada ao extremo entre os personagens. Como disse antes, a condição autista de Jack Peter acaba catalisando várias atitudes dos outros personagens através de seus estranhos desenhos e sua compulsão em continuar desenhando-os.

O texto de Donohue é bastante cativante e ágil. De cara temos uma ideia dos desafios de ter um parente em condição autista em nossa família e acabamos solidários ao menino. Seu comportamento é sempre uma enorme incógnita, que nos leva à várias interpretações possíveis, enquanto nos é apresentado.

Por mais que o título do livro tenha um tom óbvio sobre parte da trama, em nada entrega seu final que, como já disse, é completamente inesperado. A maravilha do texto também se apresenta na trama densa e nas relações humanas entre os personagens, mas, principalmente, nas relações de Jack Peter com eles. Acabamos aprendendo muito sobre como devemos mudar nossas atitudes e visões quando nos deparamos com pessoas autistas, pois elas são pessoas como nós mesmos. São bons ensinamentos que seguem sem se tornar o discurso principal.

O menino que desenhava monstros - Keith Donohue - Darkside Books - Canto do Gargula
O menino que desenhava monstros – Keith Donohue – Darkside Books

Outro ponto que me deixou maravilhado é que, ao longo do texto, vamos tirando várias conclusões, e posso garantir, são todas precipitadas. Como isso é espetacular! Denohue te leva pela mão, nitidamente, brincando com sua mente. É um livro para ser devorado de tão bom!

O trabalho visual da Darkside é simples e perfeito. Os desenhos que povoam o livro, principalmente os traços, são perturbadores. A imagem da capa é forte e gera sensações em várias pessoas e os traços em relevo do título criam uma sensação tátil muito boa. Mais uma vez a editora eleva a experiência da leitura incluindo estas experiências táteis. Parabéns, funcionam muito para quem as experimenta.

Porém  não perca mais tempo aqui e consiga logo sua cópia, antes que algum monstro venha lhe pegar!

Agora adquira o seu!

Suas compras através de nossos links ajudam a manter o blog.
Basta clicar nas imagens abaixo e comprar na loja virtual!

Quer comprar outros livros de Keith Donohue?
Clique aqui para ver outros títulos dela!

Quer comprar outros títulos da DarkSide Books?
Clique aqui para ver outros títulos dessa editora!

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

4 comentários em “O menino que desenhava monstros, de Keith Donohue

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: