A Casa do Passado, de Algernon Blackwood

Meu encontro com Algernon Blackwood se deu unicamente por este livro A Casa do Passado, da Editora Record, organizado e traduzido por Heloisa Seixas. Apesar do livro ser de 2001, minha leitura só aconteceu em fevereiro de 2009. Retorno à este livro dez anos depois para o reler e me deparar com seus dez contos frutos da maestria de Blackwood.

Algernon_Blackwood - Escritor - Canto do Gargula
Algernon_Blackwood – Escritor

A indicação para esta leitura me foi dada pelo próprio H.P. Lovecraft através de seu livro Horror Sobrenatural na Literatura, meu  manual pelo gótico e pelo horror. Os elogios de Lovecraft ao gênio de Blackwood não são poucos. Ele eleva o autor ao patamar que merece, pois suas histórias nos prendem do início ao fim, sem qualquer alívio para respirar.

No primeiro conto O quarto ocupado você já percebe que não está com um livro qualquer em mãos. O conto te prende em um quarto, onde tudo acontece em uma atmosfera claustrofóbica.

Todas as demais histórias são muito boas e seguem não só na linha do terrível, mas também apresentam uma atmosfera mística e fantástica como nos contos A Ala Norte, As Asas de Hórus e A casa do passado. Destes, apenas As Asas de Hórus traz alguma dose de tensão que esbarra no horror mas nem por isso é menos especial. 

No conto A boneca o horror se mostra terrível e intenso. Uma ameaça sobrenatural ronda uma menina completamente indefesa e todos que a cercam em um desenrolar bastante tenso. Um dos melhores contos do livro sem dúvida.

Já em Lobo andarilho, O homem que era Milligan e o Cúmplice vemos relatos que lembram episódios da série Além da Imaginação com seus finais surpreendentes, estranhos e inquietantes. A série ficou famosa pelos episódios onde ficção científica, suspense e terror levavam o telespectador a reflexões profundas após tramas estranhas e finais insólitos.  

No conto O caso Pikestaffe vemos traços claros de uma ficção científica, que sempre casa muito bem em relatos de horror. A tensão da ignorância ao ser confrontada com a ciência e seu uso além de limites seguros, sempre nos trará calafrios.

Ao final, temos o seu mais famoso conto: Os salgueiros. Este em particular é comentado pelo próprio H.P. Lovecraft como o melhor conto de horror já escrito. A capacidade descritiva de Blackwood realmente atinge seu ápice ao conseguir criar um clima completamente terrível em um espaço aberto, deixando o leitor preso ao texto e completamente aterrorizado. 

A casa do passado - Algernon Blackwood - Editora Record - Canto do Gargula
A Casa do Passado – Algernon Blackwood – Editora Record

Dos dez contos desta coletânea os que mais gostei foram O quarto ocupado, A boneca, Lobo andarilho, A ala Norte e Os salgueiros. Os outros também são excelentes e não devem ser menosprezados de forma alguma.

Terminado o livro, o que percebo claramente é a plasticidade da escrita de Blackwood. Seus contos seguem do estranho ao terrível, do místico ao assustador, e não precisam do confinamento em espaços escuros para aterrorizar como vemos no ultimo conto Os salgueiros. Isso mostra sua maestria enquanto escritor, sendo um nome a ser lido sempre que pudermos. Suas criações nos levam ao sonhar tão facilmente quanto nos paralisa de medo, seja através de uma simplória boneca ou visões de uma simples árvore.

Ainda não conhecido dos brasileiros como são H.P. Lovecraft e Edgar Allan Poe, espero que mais e mais leitores busquem seus textos e que os nossos tradutores tragam suas obras para o português. Com certeza, isso permitiria que Algernon Blackwood fosse muito mais lido e conhecido em nosso país, engrandecendo nossa coletânea de autores de peso. Fica a dica para as editoras e aos interessados.

Por ora, olho meu livro e percebo como ele hoje é uma peça rara. Que bom é ter alguma coisa de Algernon Blackwood para ler. Infelizmente esse livro encontra-se esgotado, no lançamento dessa resenha, e a melhor opção de compra serão os sebos.

Agora adquira o seu!

Suas compras através de nossos links ajudam a manter o blog.
Basta clicar nas imagens abaixo e comprar na loja virtual!

Quer comprar outros livros de Algernon Blackwood?
Clique aqui para ver seus outros títulos!

Quer comprar outros títulos da Editora Record?
Clique aqui para ver outros títulos dessa editora!

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

3 comentários em “A Casa do Passado, de Algernon Blackwood

Adicione o seu

    1. Kelly, uma grande honra receber você aqui. Venha sempre. Toda terça e quinta temos resenhas de livros e quadrinhos. Às quartas divulgamos artistas e aos domingos temos pequenos filmes de horror – nossos queridos curtas.
      Deixe seus comentários e curtidas que vamos trocando ideias e batendo papo. Até daqui a pouco.
      P. S.: a resenha de amanhã é bem sinistra!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: