John Silence – Doutor Psíquico, de Algernon Blackwood

Quando se gosta de um autor queremos ler mais coisas dele

Certo dia, enquanto buscava quais livros de Algernon Blackwood estavam traduzidos (são poucos mesmo infelizmente) descobri o livro John Silence – Doutor Psíquico, do selo Corvo Gorkiano, com tradução de Rogério Prego.

John Silence - Doutor Psíquico - Algernon Blackwood - Corvo Gorkiano - Canto do Gárgula
John Silence – Doutor Psíquico – Algernon Blackwood – Corvo Gorkiano

A dica dessa leitura veio do querido Romeu Martins, autor de Medo Imortal (leia a resenha aqui). Foi ele quem me alertou aos contos do personagem John Silence, criado por Blackwood.

Quem é John Silence?

John Silence é mestre do oculto com larga experiência em casos sobrenaturais e psiquê humana. Detentor de uma telepatia natural (ou quem sabe uma empatia exacerbada), é um homem abastado que leva sua vida ajudando pessoas, que de alguma forma sofrem ou estão com problemas paranormais.

É um personagem que me remete a vários outros personagens da literatura mundial. Ele tanto me lembra Sherlock Holmes em seu silêncio contemplativo, como Hercule Poirot em seu método dedutivo. Podemos obviamente lembrar também de personagens como John Constantine e Dr. Estranho (por ser igualmente rico além de conhecer muito do oculto).

As histórias

Os contos são grandes e, por vezes, se estendem mais do que o necessário. Em todos, tanto o insólito quanto o sobrenatural estão presentes, obviamente mas nota-se uma necessidade desnecessária da solução do caso que está sendo investigado – fator tão comum ao gênero policial, porém não muito utilizado no gênero do horror.

Em muitas situações me sentia lendo Agatha Christie ou Conan Doyle. Nitidamente Blackwood buscou mesclar o gênero do horror ao policial, buscando assim criar um investigador do sobrenatural. Não acho entretanto que ele tenha sido tão feliz, apesar de perceber que o personagem funciona muito bem, mesmo não tendo sido tão bem utilizado. 

Algernon_Blackwood - Escritor - Canto do Gargula
Algernon_Blackwood – Escritor

Na minha opinião, o excesso de explicações iniciais de cada conto, no intuito de criar a base histórica de uma investigação, acaba cansando um pouco a leitura. Se cada caso fosse tratado como um livro, onde o processo de investigação vai revelando aos poucos as várias nuances, John Silence seria um personagem maior do que é, além dos casos mais atraentes. Quem sabe os novos autores não o utilizam em novos casos, o que seria excelente.

Vale menção aos casos Feitiçarias Antigas, A Nêmesis de Fogo e O Acampamento do Cão, todos com desdobramentos incríveis. Por serem contos, qualquer explicação maior corre o risco de spoilers. 

Conclusões finais

Depois fui me lembrar que H. P. Lovecraft fez comentários sobre esse mesmo livro, em O Horror Sobrenatural em Literatura. O título do livro de Blackwood foi traduzido como John Silence – médico extraordinário. Relendo a crítica de Lovecraft, percebo que a minha visão bate com a dele:

“Prejudicadas apenas pelos traços da atmosfera popular e convencional das histórias de detetive…”

H.P. Lovecraft – O Horror Sobrenatural em Literatura – Editora Iluminuras

Um livro para fãs do autor, mas não para o grande público. Talvez funcione para quem curte um livro policial com nuances sobrenaturais.

De qualquer forma, boa leitura!

Agora adquira o seu!

Suas compras através de nossos links ajudam a manter o blog.
Basta clicar nas imagens abaixo e comprar na loja virtual!

Quer comprar outros livros de Algernon Blackwood?
Clique aqui para ver seus outros títulos!

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: