Poema inédito de Stephen King: The Dark Man

Coluna Canto do King - Larissa Prado - Canto do Gárgula

O homem que habita a escuridão

A Darkside Books não cansa de nos surpreender e dessa vez brindou os leitores de Stephen King com um poema inédito The Dark Man. King é conhecido por seus inúmeros romances e contos de terror, mas ele se aventurou em outros gêneros.

The Dark Man - Stephen King - Darkside Books - Larissa Prado - Coluna Canto do King - Canto do Gárgula
The Dark Man – Stephen King – Darkside Books

O livro tem um projeto gráfico impecável com ilustrações assinadas pelo artista Glenn Chadbourne que tem em seu currículo mais de trinta livros ilustrados entre revistas e quadrinhos. Sua marca registrada são os traços fortes de caneta e tinta.

Antes de entrar no assunto do poema, devo dizer que a experiência com esse livro foi surreal. Eu li mais de uma vez para apreender mais das imagens associadas ao poema. Tenho certeza, esse trabalho tem potencial para surpreender tanto àqueles que já conhecem o trabalho de King como os que nunca leram nenhum livro dele.

A personificação do mal

No decorrer do longo poema, acompanhamos um andarilho errante que perambula por lugares abandonados onde há desespero, miséria e sombras. Não sabemos se esses ambientes são devastados pela presença do estranho errante ou se ele potencializa a desolação por onde passa.

The Dark Man - Stephen King - Darkside Books - Canto do Gárgula
The Dark Man – Stephen King – Darkside Books

O jogo entre as imagens e os versos garante uma experiência assombrosa. Mais do que isso, o contato com The Dark Man é uma viagem ao centro do coração do eu-lírico que se autodenomina: O homem de preto.

No posfácio assinado pelo também tradutor do poema, César Bravo, ele reflete que o homem de preto é a própria personificação do mal. Aquilo que aparece com frequência na nossa trajetória de vida e tenta nos empurrar para baixo a todo custo, espalhando angústia, desesperança, ódio e sofrimento.

The Dark Man - Stephen King - Darkside Books - Canto do Gárgula
The Dark Man – Stephen King – Darkside Books

A reflexão que César Bravo traz é pertinente. De fato o homem de preto do poema deu origem a um dos maiores vilões criados por King. Ele já perambulou por vários de seus livros e talvez você (leitor do King) nem tenha percebido.

Randall Flagg, o homem de muitos nomes

Segundo o próprio Stephen King, o personagem do poema The Dark Man veio da visão de um homem andando pela estrada, calçando botas de cowboy, vestindo jeans e jaqueta. Ele apareceu do nada enquanto King ainda estava na faculdade.

The Dark Man - Stephen King - Darkside Books - Canto do Gárgula
The Dark Man – Stephen King – Darkside Books

Esse se tornaria Randall Flagg, um dos personagens mais assustadores e recorrente nas obras de King.

Randall Flagg veio até mim quando escrevi um poema chamado The Dark Man quando eu estava na faculdade. Veio do nada, um cara com botas de cowboy que perambulava pelas estradas pedindo carona pela noite, sempre com jeans e uma jaqueta de brim. Escrevi o poema em um restaurante da faculdade, mas o cara nunca saiu da minha cabeça.

Randall Flagg aparece em muitos livros, mas sob pseudônimos diferentes e pode passar despercebido pelos leitores. Entre os mais famosos estão:

  • O homem escuro
  • O Andarilho
  • O homem de preto, Walter Padick (em A Torre Negra)
  • Aquele que anda por detrás das fileiras (no conto As Crianças no Milharal presente na coletânea Sombras da Noite)
  • Richard Fry
  • Ramsey Forrest
  • Robert Franq (em Dança da Morte)

Observe que quando recebe algum nome próprio, geralmente, as iniciais são formadas por R.F. (Randall Flagg). Assim, em cada uma de suas aparições ele surge trazendo o caos ou é um instrumento trabalhando com e para o Mal.

The Dark Man - Stephen King - Darkside Books - Canto do Gárgula
The Dark Man – Stephen King – Darkside Books

A presença mais evidente de Randall Flagg na obra de King é na saga A Torre Negra onde se torna o antagonista do pistoleiro Roland Deschain, atrapalhando-o em alcançar o objetivo principal e testando-o a todo momento.

Um livro que merece estar na sua estante

Para os leitores de King, o livro é essencial na biblioteca kingniana. Para quem ainda não conhece as obras do autor recomendo essa experiência inicial com o poema. Será uma experiência visual e emocional inesquecível. Com as informações dessa resenha, creio que poderão mergulhar no universo criado por King de forma mais consciente e profunda.

Larissa Prado - Escritora - Canto do Gárgula
Larissa Prado – Escritora

The Dark Man é aquele tipo de leitura que te deixará impactado durante e após a experiência. Pois, é esse o efeito que o homem de preto nos causa cada vez que aparece nas páginas diante nossos olhos, um completo arrebatamento.

Agora adquira o seu!

Suas compras através de nossos links ajudam a manter o blog.
Basta clicar nas imagens abaixo e comprar na loja virtual!

Quer comprar outros livros de Stephen King?
Clique aqui para ver seus outros títulos!

Quer comprar outros livros de Larissa Prado?
Clique aqui para ver seus outros títulos!

Quer comprar outros títulos da DarkSide Books?
Clique aqui para ver outros títulos dessa editora!

Quer comprar outros títulos da Editora Suma?
Clique aqui para ver outros títulos dessa editora!

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

5 comentários em “Poema inédito de Stephen King: The Dark Man

Adicione o seu

  1. O Gárgula me emprestou esse faz um tempo, realmente é um prato cheio pra quem (como eu) é um fã do King e da Torre Negra. É exatamente o tipo de coisa perturbadora que eu associo ao Homem de Preto…

    1. O Homem de Preto é um dos personagens mais intrigantes que já conheci. Eu não sei, mas sempre que ele está envolvido em alguma história do King deixa um ar de mistério intrigante no ar. E vez ou outra fico tentando caçá-lo nas histórias, penso “será que esse não poderia ser o RF?” haha muito bom mesmo!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: