Fissura, de Karin Slaughter

Essa foi a leitura policial do Leitura no Canto

Por votação foi escolhido o livro Fissura, de Karin Slaughter, como o representante do gênero policial no Leitura no Canto, grupo de leitura coletiva que organizamos aqui no blog.

Fissura - Karin Slaughter - Editora Record
Fissura – Karin Slaughter – Editora Record

Esse livro foi traduzido por Gustavo Mesquita e é uma publicação da Editora Record. Eu não conhecia a autora, assim como sua obra. O título em inglês deste livro é Fractured e após a leitura, penso que a escolha do nome em português poderia ter sido outra que se encaixaria mais com a história.

Uma história de crueldade

Histórias policiais podem envolver muitos aspectos. Certamente podemos pensar em uma miríade de elementos nos vêm à mente: investigação, assassinato, motivo, arma, pista e muitas outras palavras. Diversos outros sentimentos poderiam ser evocados a partir da lista que fizemos e, crueldade, facilmente poderia estar arrolado dentre eles. Em Fissura, vamos nos deparar com uma história cruel em vários aspectos.

Não posso falar demais e arriscar um spoiler. Temos uma mãe que chega em casa e se depara com a porta aberta. Disparando pela casa atrás de sua filha, enfim a encontra caída, com um homem sobre ela. O que você faria então?

Uma premissa bem interessante surge daí. Podendo se desdobrar em mais um caso detetivesco se não fosse pelo peculiar detetive Will Trent. A história do policial acaba o limitando quando descobrimos que ele é disléxico. A dislexia é um transtorno de aprendizado que o impede de ler textos. Certamente é fácil imaginar como esta característica pode limitar o personagem no curso da ação.

A trama se desenvolve de forma intrigante e muda de curso várias vezes sem perder o fio da meada. Temos ao final uma sequência de fatos muito bem definidos e colocados que permitem a criação de uma história intrincada, como o gênero pede. Prepare o estômago pois a violência está presente. 

Conclusões finais 

Trabalhando não só o caso policial assim como com uma questão limitante, a autora nos coloca em uma história de superação pessoal, aceitação e limites. Isso foi um ponto positivo. Em contrapartida a editora pecou na revisão infelizmente. Isso é um ponto negativo para a obra pois deixa a leitura um pouco confusa.

Karin Slaughter – Escritora

O texto da autora é prolixo demais. Ela usa muitas vezes elementos demais na descrição das cenas. A aventura foi interessante pelo amálgama de situações colocadas. Foi bom retornar ao gênero policial que tanto gosto. 

Boa leitura! 

Agora adquira o seu!

Suas compras através de nossos links ajudam a manter o blog.
Basta clicar nas imagens abaixo e comprar na loja virtual!

Quer comprar outros livros de Karin Slaughter?
Clique aqui para ver seus outros títulos!

Quer comprar outros títulos da Editora Record?
Clique aqui para ver outros títulos dessa editora!

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: