Demon Ruchu – O Demônio do Movimento – Campanha no Catarse

Horror polonês da melhor qualidade

A Editora Laboralivros abriu a campanha de financiamento coletivo no Catarse do livro Demon Ruchu – O Demônio do Movimento, do autor polonês Stefan Grabiński. Certamente um livro necessário do precursor da literatura de horror weird polonesa do início do séc. XX.

Demon Ruchu - O Demônio do Movimento - Stefan Grabiński - Editora Laboralivros - Canto do Gárgula
Demon Ruchu – O Demônio do Movimento – Stefan Grabiński – Editora Laboralivros – Canto do Gárgula

Visto que a Editora Sebo Clepsidra apoia oficialmente esta campanha temos um motivo a mais para apoiarmos esse financiamento coletivo. Veja a campanha clicando abaixo:

O livro

Primeiramente o livro traz dez contos com a visão única de Grabiński, enraizadas na realidade das viagens de trem, que o autor vivenciou no início do século XX. Contado sempre por narradores potencialmente não confiáveis, vemos uma camada adicional de loucura e horror que pode ser tanto psicológico como verdadeiramente sobrenatural.

Surpreendentemente veremos inúmeros seres sobrenaturais povoarem suas histórias assim como várias mensagens misteriosas do submundo. Veremos não só incubi, bruxas, doppelgängers, bem como espíritos de vários tipos.

Textos complementares

Além disso teremos o prefácio de Piotr Kilanowski, professor de Língua e Literatura Polonesa no curso de Letras – Polonês da Universidade Federal do Paraná, além de tradutor.

Não só o prefácio chama atenção, como também teremos um texto complementar de Alcebíades Diniz, que irá apresentar não somente o trabalho de Grabiński mas também esclarecer o porque é tão comparado à Poe e Lovecraft e trazer a tona a sua singularidade ainda desconhecida do público brasileiro.

Demon Ruchu - O Demônio do Movimento - Stefan Grabiński - Editora Laboralivros - Canto do Gárgula
Recompensas

Além disso a capa, bem como as ilustrações internas, são assinadas por Vinicius Buzzatto.

O autor

Stefan Grabiński – Escritor

Não só Stefan Grabiński (1887–1936) recebeu a alcunha de “Edgar Allan Poe polonês”, como também de “H.P. Lovecraft polonês”. Precursor da ficção de fantasia na Polônia, Stefan se formou na Universidade de Lwów (Lviv) e depois trabalhou como professor de polonês em Przemyśl.

Sofreu de tuberculose grave por muitos anos. Escreveu romances, peças de teatro e contos, além de artigos e histórias em jornais e revistas. O livro que estabeleceu Stefan como autor polonês do fantástico foi sua coleção de contos O Demônio do Movimento (Demon Ruchu), publicada primeiramente em 1919.

Devemos apoiar sempre a cultura!

Em suma apoiar esta campanha de financiamento no Catarse do livro Demon Ruchu – O Demônio do Movimento, do autor polonês Stefan Grabiński, é certamente trazer ao cenário brasileiro uma literatura por si só rara.

Não deixe de apoiar a literatura!

Apoie a cultura!

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: