Revista Ledos Medos 3

Uma revista digital que você deve ler

A Revista Ledos Medos chega ao terceiro número. Seu conteúdo está sem dúvida alguma espetacular. O tema escolhido é o mundo das fadas e assim cada autor trabalhou sua visão particular deste universo.

Revista Ledos Medos 3
Revista Ledos Medos 3Revista Ledos Medos 3

Organizada atualmente pelas escritoras Tábatha Gagliera e Mia Sardini, a revista hoje dá espaço a nomes novos do cenário nacional, de modo que a cada edição, temos uma leva nova de autores. Dessa forma, os escritores trabalham sobre os temas propostos pela organização, em um desafio literário. 

O mundo das fadas não é fofinho

Inegavelmente é um dos pontos positivos da revista. Ela vem com a temática do mundo feérico, mostrando que este universo não é doce e belo, ao contrário do que muitos pensam. 

As organizadoras deram uma pequena introdução para, a partir deste ponto, as autoras seguirem com suas obras sobre o tema. Se você acha que as histórias ficaram parecidas, este é, me desculpem o trocadilho, certamente um ledo engano. Abaixo, seguem as histórias que mais gostei.

A Resposta da Floresta, de Camile Queiroz

Camile Queiroz - Escritora, Revisora, Preparadora de Textos, Editora e Colunista
Camile Queiroz – Escritora, Revisora, Preparadora de Textos, Editora e Colunista

As cenas que você vai ler neste conto não só te levam ao suspense, como também farão você perder o fôlego. A autora simplesmente nos jogou no mais puro horror. Tenso demais e com um final de deixar qualquer um perplexo. Adorei ler esta história!

Atualização de 15 de março de 2021. A leitura deste conto acabou inspirando o artista Oz a criar a imagem abaixo. Certamente a menina da arte mostra o quanto um texto pode nos fazer imaginar ou mesmo criar. Inegavelmente a história ganha novos ares, ainda mais aterradores.

Menina sorrindo com sorriso e olhar sinistro.
A resposta da floresta – arte Oz baseada no conto de Camile Queiroz

O Brilho nos Olhos Dela, de Lívia Stocco

Lívia Stocco - Escritora
Lívia Stocco – Escritora

As lendas celtas trazem em si as brumas de um tempo esquecido. A autora apenas nos deu uma pequena prova de que esta antiguidade, que a humanidade certamente já esqueceu, transformou-se em um profundo medo. Muito bom o conto pelos elementos utilizados. Gostei muito!

Aqueles que Aguardam Penitência, de Mia Sardini 

Muito interessante ler uma história que te leva para o olhar inconsequente e imaturo das crianças. Aqui a autora não apenas nos coloca como testemunha dos erros pelo despreparo infantil, como também nos garante lugar especial em meio às consequências destes atos. Quem já não fez uma baita besteira jurando que era o mais certo no momento? Aqui, a besteira sai do controle e por isso, cabe a você dormir com esta lembrança depois. Muito bom!

Réplicas, de Sanna Lemos

Se tem algo que gosto muito é ler um conto que me remete a histórias antigas e estranhas ou como normalmente podemos chamar: weird fiction. A autora nos leva numa toada de suspense incrível até o final completamente estranho. No enredo, que facilmente se transforma em roteiro de TV, um jovem garoto desesperado procura sua irmã menor através de uma floresta, numa situação completamente assustadora. Dito isso, você precisa ler e perceber como uma ideia simples pode ficar absurdamente estranha e tétrica. Que final!

Através da Árvore Bifurcada, de Tábatha Gagliera

Temos aqui uma fábula incrível. É fácil ler esta história imaginando uma avó contando-a aos netos. Mas a fábula vai se tornando mais e mais sinistra e logo, o mais puro horror toma conta. Uma narrativa que vai nos remeter a histórias fantásticas de dark fantasy, cheias de aventura e bravura, onde por isso mesmo, até o heroísmo vai ter sua vez. Mas calma, estamos no reino das fadas, aqui a verdade possui outros tons, talvez um pouco puxados para o vermelho vivo. Bizarro e com um final aterrador!

Um pouco de Arthur Machen

Tive a honra de ter sido convidado para escrever um artigo para este número da revista. Dado o tema serem as fadas, assim optei por falar um pouco sobre o autor Arthur Machen, que aos poucos vem sendo trazido ao conhecimento dos leitores brasileiros.

Arthur Machen - Escritor - Canto do Gárgula
Arthur Machen – Escritor

Espero que vocês leiam mais este autor Galês, porque ele tem inegavelmente muito material bom para apresentar, capazes de influenciar novos autores, como já fez com muitos escritores que lemos hoje em dia, vivos ou mortos.

Considerações finais

A proposta da revista Ledos Medos é excelente pelo espaço que abre não apenas ao escritores conhecidos, assim como aos novatos. Nós leitores temos a oportunidade de conhecer mais autores, o que é certamente fantástico. São revistas assim que num passado, mesmo que em formato físico e custando muito barato, deram espaço para nomes que hoje são lembrados e até mesmo reverenciados, como H.P. Lovecraft, Clark Ashton Smith e muitos outros.

Em suma, vida longa à Revista Ledos Medos. São estas iniciativas que aos poucos estão levando a literatura para muitas pessoas. Por isso, que venham os próximos números!

Quer saber o que achamos dos números anteriores? Clique aqui para o primeiro volume e aqui para o segundo volume e leia, curta e deixe um comentário nas nossas resenhas.

Boa leitura!

Agora adquira o seu!

Suas compras através de nossos links ajudam a manter o blog.
Basta clicar nas imagens abaixo e comprar na loja virtual!

Canto do Gárgula - Catarse
SEJA UM PATROCINADOR DO CANAL!

31 comentários em “Revista Ledos Medos 3

Adicione o seu

  1. Não posso agradecer o suficiente por esse review! Essa edição foi feita com muito esmero, noites mal dormidas e sorrisos cansados. Estou orgulhosa de cada colaborador e do trabalho que desenvolvemos juntos!
    Que a cada dia mais autores nacionais ganhem visibilidade e nossa literatura ganhe o mundo!
    Ah, e é claro: Comprem a Ledos Medos 3, ou as fadas podem te fazer uma visita. :p

    1. Tabatha, foi uma honra poder estar com vocês neste trabalho. Contem com meu apoio sempre pois é um projeto que admiro e acompanho desde o nascimento. Acho que me sinto padrinho deste filhote rs.

  2. Uma revista que fica melhor a cada edição, única e maravilhosa! Adorei todos os contos e já aguardo o próximo volume ansiosamente.

    1. Fico imensamente feliz em ler esse feedback! Já vamos começar a trabalhar na próxima edição para continuar suprindo as expectativas! Muitas novidades pela frente! Obg pelo apoio!

  3. Em primeiro lugar, não tenho nem palavras pra agradecer pela resenha e por todo o apoio que o blog sempre me deu. Desde o Quarto 502, a coletânea A Caçadora de Vaga-lumes, e então a Revista Ledos Medos! Esse apoio é essencial para nos ajudar a seguir em frente e enfrentar os percalços da vida de escritor no Brasil.
    Muito obrigada mesmo! Por sempre fomentar a Literatura Nacional e apostar no trabalho dos autores. O trabalho de vocês aqui no blog é de uma importância enorme.

    Vida longa a Ledos Medos!
    Vida longa ao Canto do Gárgula!

  4. Assino embaixo, em cima e dos lados de tudo que a Mia e a Tabatha falaram. Uma resenha como essa é mais do que a simples massagem no ego: é estímulo e força extra pra gente continuar correndo atrás de fazer o que amamos, cada vez melhor! Obrigada pelo apoio de sempre, parceiro!!

    1. Sim! Que os autores brasileiros tenham seu merecido reconhecimento! Nada como lutar pela literatura nacional ao lado de um time talentoso como esse!

  5. Ameeeeei a resenha! Acabei de ler a revista e wow!! maravilhosa!! Mais um trabalho incrível da autora Mia Sardini que eu acompanho ha alguns meses e sempre me surpreende positivamente

    Parabéns a todos!

    1. Muito obrigada por esse retorno, Claudia!! Como uma das autoras da Ledos 3, posso afirmar que isso nos dá uma dose extra de energia! A Mia Sardini é maravilhosaaa!!z

    2. Puxa vida! Muito obrigada, Claudia! Eu fico imensamente feliz em saber que você gostou da Ledos Medos 3 e também que acompanha meu trabalho! Tenho a sorte de poder trabalhar ao lado de outros autores maravilhosos e, juntos, ninguém nos segura! Hahahaha. Um abraço.

    1. Ahhh que maravilha saber disso, Ana!! Muito obrigada por esse retorno! Isso nos anima demais pra continuar tocando o terror! Kkkkk

    2. Que bom que gostou! Estamos amadurecendo a revista a cada dia e deixando-a mais e mais sombria. Ficamos imensamente gratas pelo feedback!

  6. Adorei a revista, é sempre bom conhecer vozes novas na produção nacional. Difícil falar em favoritos, mas destaco o da Camile Queiroz pela força e pelo impacto do clímax. Vou atrás agora dos números anteriores, enquanto esperamos o número 4…

    1. Muito obrigada pelo seu comentário, Eric! O conto da Camile Queiroz ficou maravilhoso! Ficamos muito felizes que você tenha gostado da Ledos Medos 3 e nos vemos na Ledos 4! 😉

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: