Nevernight – A sombra do corvo, de Jay Kristoff

O início de uma trilogia

Nevernight, de Jay Kristoff, é um livro da Plataforma 21 que é o selo jovem da V&R Editoras. Este é o primeiro volume da trilogia Crônicas da Quasinoite, uma fantasia sombria que acompanha uma garota determinada a buscar vingança.

A tradução ficou a cargo de Clemente Pereira. O design de capa é de Young Jin Li que nos mostra um pouco do ar sombrio da história.

Nevernight - A sombra do corvo - Jay Kristoff - Plataforma 21
Nevernight – A sombra do corvo – Jay Kristoff – Plataforma 21

A execução

Mia Corvere era apenas uma menina de 10 anos, quando viu sua vida ser transformada completamente: foi obrigada a ver o pai ser executado como traidor em praça pública e a mãe ser levada para a prisão com o irmão menor.

Ela passa por situações bem difíceis e dolorosas para uma criança, tendo até mesmo que escapar de ser morta. Então, ela encontra Mercurio e se torna discípula dele. Com a ajuda dele e de seu “dom” como uma sombria, ela decide que será uma assassina e se vingará de todos os responsáveis por tirarem sua família.

O “dom” de Mia se dá pelo fato dela ter sido tocado por Niah, a deusa mãe, podendo dessa forma controlar as sombras. É assim que o senhor simpático, um gato feito de sombras que suga sentimentos, principalmente o medo, entra em sua vida.

Nevernight - A sombra do corvo - Jay Kristoff - Plataforma 21
Nevernight – A sombra do corvo – Jay Kristoff – Plataforma 21

A Igreja Vermelha

Ao completar 16 anos, Mia tem uma quasinoite muito importante. Além de matar, para conseguir os dentes do morto e entrar na Igreja Vermelha, ela decide ter sua primeira relação sexual. Assim, se algo desse errado, ela saberia qual era a sensação, ou seja, não morreria virgem.

Ela vai para a Igreja Vermelha para tentar se tornar uma lâmina e poder colocar sua vingança em prática, mas é uma tarefa bem árdua, já que é uma escola de jovens assassinos. Na igreja, ela e os outros jovens são ensinados por shahiids de bolsos, das verdades, das canções e das máscaras, os quais no final do período “letivo” escolherão poucos acólitos para serem iniciados na congregação.

Considerações finais

Jay Kristoff - Escritor
Jay Kristoff – Escritor

É impossível não se envolver na história que nos traz um mundo brilhantemente construído por Jay Kristoff em meio às sombras, às desgraças e aos medos. Sem dúvida, Mia não é uma personagem comum, pois é dona de um sarcasmo e de uma instabilidade sem precedentes. Porém, a garota é cheia de carisma, assim como seu gato de sombras que nos envolve com seu sarcasmo e comentários afiados.

Vale ressaltar que há notas de rodapé no livro, as quais o narrador onisciente utiliza para explicar curiosidades dos personagens e do mundo. Em meio a aliados e inimigos temos uma história envolvente e cheia de aventuras, intrigas, sangue e até romance (de leve ou não tão leve assim).

É sim uma história bem descritiva e até mesmo parada de início, mas não se deixe enganar. Afinal são 600 páginas para te levar por um redemoinho de emoções e fazer você se apaixonar por esse universo.

Agora adquira o seu!

Suas compras através de nossos links ajudam a manter o blog.
Basta clicar nas imagens abaixo e comprar na loja virtual!

Canto do Gárgula - Catarse
SEJA UM PATROCINADOR DO CANAL!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: