A Casa das Sete Torres, de Nathaniel Hawthorne

O gótico é uma base inesgotável 

Termino a leitura de A Casa das Sete Torres, de Nathaniel Hawthorne, com toda a certeza de que a literatura gótica é certamente uma extensa base para inúmeras narrativas e gêneros literários atuais. Um livro que acaba te conquistando, pouco a pouco.

A Casa das Sete Torres - Nathaniel Hawthorne - Editora Nova Fronteira

Publicado pela Editora Nova Fronteira, que gentilmente nos enviou um exemplar da obra. Quem assina a tradução é David Jardim Júnior, sendo esta a segunda edição da obra. O livro vem em capa dura e você pode comprar ele individualmente ou dentro de um box, junto com outros títulos no mesmo estilo.

Uma casa que abriga um estranho legado

Situada numa pequena cidade da Nova Inglaterra fica a estranha e gigantesca casa da família Pyncheon. Tendo sido construída sobre uma atitude vil e gananciosa de um antigo parente, ela se torna palco de uma estranha maldição que assola os seus moradores por gerações. 

Aqui temos um drama familiar, rico com as adições góticas, que nos mostra estereótipos curiosos, porém comuns. Podemos assim, mantendo alguma proporção, encontrar em uma família tradicional, apesar da classe elevada. Seja o parente avarento, a tia carrancuda, a prima inocente do interior ou o mesmo parente falido, muitos destes personagens são mais comuns quanto podemos imaginar. 

Entretanto, eles vivem sob os augúrios da estranha casa, com suas sete torres e uma enorme chaminé. Como uma boa história gótica, a morada é uma personagem à parte, cheia de detalhes, ainda que misteriosa em sua extensão infinita. Ela carrega o fardo de gerações, como um caldeirão onde uma estranha sopa é maturada bem lentamente. 

Pouco a pouco o relato ganha o leitor, que ao final está querendo saber o destino de todos naquela família. Um livro interessante, mas que tem um desenrolar lento, talvez até proposital. A sensação, enquanto lemos, é de que todos ali acabaram de acordar e estão se levantando com muita dificuldade e lentidão. 

Considerações finais 

Do meio do livro para frente, surpreendentemente, a história ganha mais velocidade. Já ao final já estamos, como comentei antes nos sentindo conhecidos de toda a família. Inegavelmente não é uma leitura para qualquer um, exatamente pelo passo da narrativa. Ademais, é fácil perceber as possíveis inspirações familiares que o autor usou durante sua criação. 

Nathaniel Hawthorne - Escritor

Se a literatura gótica é a sua pedida, adentre pela A Casa das Sete Torres, de Nathaniel Hawthorne, e sua casa enigmática. Entretanto, esteja avisado que suas teias, salões e corredores guardam o ranço familiar bem antigo. Coisa de um tempo onde a caça às bruxas era apenas um pretexto para se conseguir alguma vantagem leviana contra alguém. 

Boa leitura! 

Agora adquira o seu!

Suas compras através de nossos links ajudam a manter o blog.
Basta clicar nas imagens abaixo e comprar na loja virtual!

Quer comprar outros títulos da Editora Nova Fronteira?
Clique aqui para ver outros títulos dessa editora!

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

Canto do Gárgula - Catarse
SEJA UM PATROCINADOR DO CANAL!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: