Revista Ledos Medos 4

Bem vindos ao Circo! 

O tema da Revista Ledos Medos 4 é o Circo. Mas não um circo qualquer, agora a revista adentra nos freak shows de inspiração vitoriana. Marcados pela desumanização e pelos abusos, estes shows acabaram sendo proibidos, mas duraram por anos. Prepare-se pois o medo é a principal atração!

Ledos Medos 4 - Mia Sardini e Tabatha Gagliera

Editada pelas escritoras Mia Sardini e Tábatha Gagliera, a revista digital chega ao seu quarto número cheia de gás. Vale lembrar que você pode se tornar um assinante do Clube de Assinatura, lá no Catarse. 

Tomem seus lugares, pois o show vai começar! 

Mantendo o formato já definido nos números anteriores (leia nossas resenhas das revistas um, dois e três), a revista traz cinco contos e um artigo. Seguem abaixo os contos que mais gostei deste número. 

A Dama sem Face, de Mia Sardini 

A fuga do seu cão leva uma mulher desesperada a procurar o animal em todo o canto. Na floresta, ela o acha perto de um estranho e velho circo, que nem sabia existir. Embora tenha chamado por ele, a mulher apenas o vê entrar naquele estranho lugar. Só de imaginar a situação, já pensei duas vezes que me contentaria com a perda do animal, mas claro que a protagonista não faria isso. Para saber o final, agora você terá de ler!

Madame e Histriões, de Tábatha Gagliera 

Com um casamento em frangalhos e completamente tóxico, a senhora Martha viu no circo uma possibilidade de fazer algo novo e diferente. Sonhadora e romântica, acabou por sofrer publicamente na mão de seu marido. Humilhada, não esperava que naquele lugar fosse conhecer a monstruosidade como ela realmente é. Um conto que trata da violência contra a mulher em todos os níveis, com um final incrível. 

A Filha do Diabo, de Bel Quintilho 

O circo de muitas formas brinca com o mito do monstro, subvertendo o espectador no monstro. Nesta história temos, além desta faceta, os sentimentos de pertencimento e família. Assim, o enredo leva o leitor para dentro da vida cotidiana do circo ao mostrar como o mundo externo é cruel e bárbaro. Um conto que traz a reflexão clara sobre quem é freak afinal. Bem interessante. 

Considerações finais 

Ao final temos o excelente artigo Senhoras e senhores, o Freak Show, escrito por Iolanda  Bianchi. Ela discorre sobre a história da prática de apresentar pessoas com deficiências em locais como circos. Vale a leitura certamente. 

Inegavelmente as Revista Ledos Medos impressionam pela diversidade em todos os campos. Desde os temas até os escritores, ela traz propostas incríveis e novos nomes. Aconselho o apoio ao projeto, que é feito com bastante profissionalismo e carinho pelas organizadas. 

Já conhecia essa revista? Me conta nos comentários! 

Agora adquira o seu!

Suas compras através de nossos links ajudam a manter o blog.
Basta clicar nas imagens abaixo e comprar na loja virtual!

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

Canto do Gárgula - Catarse
SEJA UM PATROCINADOR DO CANAL!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: