O Cão Negro de Contarf, de Cesar Alcázar

A história completa do Cão Negro

Após ler os quadrinhos, finalmente leio o livro de contos O Cão Negro de Contarf, de Cesar Alcázar. Uma história de fantasia da melhor qualidade, com uma excelente dose de elementos sobrenaturais, que vai agradar muito os leitores.

O Cao Negro de Contarf - Cesar Alcazar - AVEC Editora
O Cao Negro de Contarf – Cesar Alcazar – AVEC Editora

Publicado pela AVEC Editora, é uma publicação que engrandece em muito a história de Anrath. Para quem quiser ler nossas resenhas sobre os quadrinhos, clique aqui e aqui.

Para quem gosta do cimério, este irlandês não fica atrás

Brincadeiras à parte, a criação de Alcázar é tão boa e promissora quanto a de Robert E. Howard. Os fãs de Conan vão se satisfazer demais com as histórias de Anrath, que são densas e cheias de personalidade, ainda que tenham no cimério sua inspiração.

Entretanto, se você acha que Anrath é um pastiche, está muito enganado. Ademais, este é o ponto alto da obra, sendo o guerreiro uma criação completamente única, além de absurdamente rica. Eu já tinha adorado os quadrinhos, que por sinal são os dois primeiros contos do livro, mas ler o resto de suas histórias me fez ainda mais fã do personagem. Suas histórias são fantásticas e tristes. As descrições, não apenas das lutas, como também dos ambientes, são soberbas.

Um homem marcado pelo seu passado

O destino de Anrath é incerto e ele vive atormentado pelo seu passado. Nascido gaélico, foi criado pelos vikings. Depois da mortífera e sanguinária batalha de Clontarf, ganha a algunha de Cão Negro. Proscrito nos dois mundos, vive como um pária, vagando por aí como um mercenário.

A melancolia de Anrath me remeteu demais a outro personagem clássico dos mangás – o Lobo Solitário. Assim como o irlandês, Ogami Ittō é um personagem que leva sua vida em meio a morte, sem esperar fama ou riqueza, mergulhado em uma profunda melancolia. O ronin também é um mercenário, outro fator em comum entre eles. A morte, para ambos, é uma dádiva a qual eles não conseguem encontrar, por mais que se arrisquem. 

Considerações finais

Em suma, O Cão Negro de Contarf é um livro que agradará os apaixonados por histórias no estilo Espada e Feitiçaria. O protagonista ganha seu espaço no rol dos grandes personagens com uma história rica, que deixa ao final um gostinho de quero mais.

Foto do escritor e tradutor Cesar Alcázar encostado na porta de um bar, à noite, tomando uma cerveja.
Cesar Alcázar, escritor e tradutor

Deixo aqui a pergunta a Cesar Alcázar: quando teremos mais aventuras do irlandês? O Cão Negro precisa aparecer mais e mais vezes em aventuras como a que lemos neste livro. Uma palavra define bem esta obra: surpreendente.

Já conhecia o personagem? Deixe aí nos comentários se ficou curioso.

Agora adquira o seu!

Suas compras através de nossos links ajudam a manter o blog.
Basta clicar nas imagens abaixo e comprar na loja virtual!

Quer comprar outros títulos da AVEC Editora?
Clique aqui para ver outros títulos dessa editora!

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

Canto do Gárgula - Catarse
SEJA UM PATROCINADOR DO CANAL!

2 comentários em “O Cão Negro de Contarf, de Cesar Alcázar

Adicione o seu

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: