Clarividente, de Rafael Santos

Li o conto Clarividente, de Rafael Santos durante uma viagem de metrô. Cheguei na estação de destino sem ver a viagem passar de tão absorto que estava.

Clarividente - Rafael Santos - Canto do Gárgula
Clarividente – Rafael Santos

Isso aconteceu também pelo argumento criado pelo autor, que é muito bom e traz em si tragédia e poesia. Seu texto muito fluído envolve o leitor facilmente. Bons ingredientes em uma pequena e valiosa obra.

Somos levados a refletir sobre a questão da clarividência. Tendo você este poder, ele seria uma bênção ou uma maldição? Por mais que a pergunta seja num primeiro momento até boba, quando paramos para pensar, ela ganha outra dimensão.

Qual seria a sua atitude se soubesse o exato momento de sua própria morte?
Como você lidaria com vários fatos de sua vida?
Como você encararia suas inevitáveis perdas?

São reflexões tão interessantes quanto perturbadoras. O conto tem argumento direto, desde seu título, e vale ser apreciado.

Rafael Santos - Escritor - Canto do Gárgula
Rafael Santos – Escritor

É o primeiro material que li dele e em breve teremos outros de seus textos resenhados por aqui. Sem dúvida um autor que entrou em meu radar.

A capa ficou linda e quem assina por ela é Márcio Pacheco. Uma obra de arte essa capa!

Agora adquira o seu!

Suas compras através de nossos links ajudam a manter o blog.
Basta clicar nas imagens abaixo e comprar na loja virtual!

Quer comprar outros livros de Rafael Santos?
Clique aqui para ver seus outros títulos!

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: