Arkham Horror Files – Eldritch Horror

O horror toma o mundo!

A franquia Arkham Horror Files, da Fantasy Flight, já era certamente um sucesso, mas com o surgimento do board game Eldritch Horror em 2013 ela vai além! Agora o horror ameaça todo o planeta e os investigadores tem novos desafios pela frente!

Arkham Horror Files - Logo - Fantasy Flight Games
Logo do Arkham Horror Files, da Fantasy Flight Games

Este é o terceiro artigo da série Arkham Horror Files e caso não tenha lido nossos artigos anteriores, basta clicar nos links abaixo:

Hoje vamos falar exclusivamente do board game Eldritch Horror, dando continuidade a história da série e de como ela se adensa após este jogo.

Um novo esforço, agora internacional

Em 2013, a Fantasy Flight, lança um jogo completamente diferente do seu sucessor, Arkham Horror Second Edition, ainda que se inspire nele e até mesmo o homenageia, de certa forma. Os designers Corey Konieczka e Nikki Valens dão início a um marco dentro da franquia que vai consolidar o universo, além de o expandir sem igual.

Arkham Horror Files - Eldritch Horror
Eldritch Horror

O desafio agora sai da cidade e do museu e ganha o mundo. Em um tabuleiro que mostra um mapa-mundi de época, cheio de marcações e parecendo uma mesa de planejamento, os jogadores precisam usar seus investigadores para parar as ameaças extradimensionais.

Arkham Horror Files - Eldritch Horror
Arkham Horror Files – Eldritch Horror

Este mapa do jogo sempre me faz lembrar do filme Indiana Jones, na cena quando eles mostram a viagem que terão de fazer através de um mapa muito similar ao tabuleiro do jogo. Sigamos como Indiana e vamos enfrentar os perigos que estão por vir.

O objetivo aparentemente é fácil: resolver três mistérios que são sorteados aleatoriamente e consecutivamente, somente após a resolução do mistério vigente. Apesar de parecer simples, este é certamente um dos jogos mais difíceis da franquia, principalmente quando se adiciona suas expansões – que não são poucas!

Os jogadores lutam contra uma Trilha de Destino que se chegar no zero prenuncia o acordar do Old One. O tempo está contra os jogadores, assim como os dados de seis lados, onde somente resultados 5 e 6 são contados como sucesso.

Novos aliados para um novo jogo

Ainda que seja um novo jogo, ele segue a mesma ideia de seus antecessores, mantendo os já conhecidos investigadores e reforçando assim a ideia da franquia como um universo rico, coeso e cheio de possibilidades.

Arkham Horror Files - Eldritch Horror
Leo Anderson é um dos investigadores do Arkham Horror Files

Entretanto, conforme comento acima, este jogo foi um marco pois aumenta a quantidade de investigadores que os jogadores podem escolher. A cada expansão, novos personagens são introduzidos, e com eles, novas histórias, habilidades, itens e possibilidades. Usando suas ações em conjunto durante a Fase dos Investigadores, todos turno os jogadores tentam se preparar para a Fase dos Encontros e para a famigerada Fase do Mito.

Um ponto curioso das minhas mesas de jogo, que se tornou até mesmo um tabu, é não falar mal do jogo, do Old One ou do inimigo. O jogo parece ouvir os comentários dos jogadores e a cada decisão ou deboche, fortes reações em contrário surgem durante a Fase do Mito (ou como carinhosamente chamamos: O jogo joga!), etapa na qual o jogo parece sim ganhar vida!

Muitas expansões mesmo!

Com um total de oito expansões, o jogo foi crescendo e ganhando mais aventuras, desafios, personagens, inimigos, itens, cartas, magias, condições negativas e muito mais. É um verdadeiro mundo de opções.

Arkham Horror Files - Eldritch Horror
Eldritch Horror e suas expansões

Algumas delas inclusive abrem um tabuleiro auxiliar, menor do que o tabuleiro do jogo, que leva os jogadores dessa maneira para outros lugares do mundo e até mesmo para outras dimensões! Imagine que você pode estar explorando as planícies geladas da Antártida ou as areias escaldantes do Saara, mas também pode ir para as Dreamlands. Por isso que eu não canso de comentar que as opções são incríveis!

Arkham Horror Files - Eldritch Horror
Mapa auxiliar do Eldritch Horror no deserto com outros componentes

Em suma, o jogo ganha de certa forma um ar colecionável e para o fã, é incrível poder saber o que todos os investigadores fazem. Inegavelmente, esta estratégia se consolida definitivamente neste board game, onde se alcança a marca de 51 personagens. Ademais, veremos todos eles novamente nos jogos posteriores da franquia.

Lista das Expansões

As expansões do Eldritch Horror em ordem cronológica são (títulos em inglês):

Escolha seu Old One

Outro aspecto que também se expande é a quantidade de Old Ones (ou Anciões) que ficam disponíveis para serem enfrentados. Além dos conhecidos Azatoth, Yog-Sithoth e Cthulhu, muitos outros seres de poder inimaginável se juntam ao conjunto de possibilidades como por exemplo Abhoth ou o estranho alinhamento cósmico Sygyzy.

Arkham Horror Files - Eldritch Horror
Azatoth, com suas cartas específicas

Como cada Old One possui suas próprias cartas, a sua escolha molda a partida. Num jogo com o Cthulhu veremos muitas situações marítimas, enquanto num jogo com Ithaqua, teremos muito mais descrições envolvendo o frio extremo e a fome.

Certamente é válido comentar que a rejogabilidade deste jogo é incrível. Rejogabilidade é a capacidade de se jogar inúmeras vezes sem repetir ou se exaurir o jogo em si. O único aspecto que permanece como ponto negativo para muitos dos jogadores é o tempo. As partidas continuam ainda muito longas, muitas vezes durante mais do que 3 horas. Eu já joguei partidas de oito horas!

Eu ainda encontro este jogo?

Sendo assim, você ainda o encontra a caixa básica à venda em sites especializados ou no Mercado Livre e eBay, além de versões de segunda mão de outros jogadores. Fique atento apenas pois ele foi lançado em português, sendo que várias de suas expansões se encontram em lojas especializadas como a Taverna Real e na Amazon ainda para venda.

Entretanto, sua história chegou ao fim, mas ele não foi descontinuado e segue com uma legião de fãs apaixonados pela sua experiência! Apenas já foi informado que não existirão mais expansões para ele e sendo sincero, não é necessário.

Qual o próximo passo?

Aliás, este é um dos board games que mais joguei na vida. Já passei das 65 partidas (e não pretendo parar de jogar tão cedo) e jogarei sempre que me convidarem. Além disso, eu possuo o jogo inteiro, como bom fã que sou, e alterei vários componentes, deixando a minha versão do Eldritch Horror completamente customizada (ver imagens abaixo). Portanto, acabei criando uma imersão única aos jogadores. Sim, como pode ter visto é um dos meus jogos prediletos da série, de longe, muito longe!

No próximo tópico da série Arkham Horror Files vamos falar de outro jogo incrível que toma não apenas o imaginário dos seus jogadores, mas também seus devices! Nos vemos próximo artigo intitulado Arkham Horror Files – Mansions of Madness.

Nesse ínterim, vale indicar a leitura do livro Representações Culturais e Pedagógicas dos Monstros do Universo de HP Lovecraft, de Duda Falcão, que trata exatamente de estratégias como esta da Fantasy Flight, que o mercado vem adotando. Sem dúvida alguma, uma leitura fundamental para qualquer um.

Está gostando da série? Me diz ai…

Se você curtiu esta postagem, clique no botão curtir e deixe um comentário abaixo para que possamos trocar mais ideias!

Canto do Gárgula - Catarse
SEJA UM PATROCINADOR DO CANAL!

2 comentários em “Arkham Horror Files – Eldritch Horror

Adicione o seu

  1. Eu nao tinha tanta vibe no Eldrich, mas vou dar uma segunda chance após seu post… aguardando o Mansion que deve ser de conteudo colossal também

    1. Deives, obrigado pelo comentário. Dê uma chance sim, mas como sempre digo, todo e qualquer jogo vai sempre depender do seu grupo ser um bom grupo, que busca se divertir. O artigo do Mansions of Madness vem por ai sim, pois é um jogo sensacional e que muda a forma como vemos o tabuleiro.

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: